Blog Mais Saúde
10
Jul
Seis dicas para fazer atividade física sozinho
 
 
 
Já estão claros os benefícios que a atividade física trazem à nossa saúde, não é mesmo? Controle do peso, redução da glicemia, prevenção de doenças cardiovasculares e osteoporose são apenas alguns exemplos. 
 
Enquanto muitas pessoas optam por estar na academia ou contratar um personal trainer, outras preferem treinar sozinhas. Não há problemas nisso, desde que haja alguns cuidados importantes para evitar lesões e não prejudicar a saúde. 
 
1. Avalie a sua saúde
 
Antes de começar qualquer atividade, é importante ir ao médico para avaliar a saúde e identificar problemas nas articulações ou doenças como pressão alta e diabetes. Se o diagnóstico de algum desses problemas for positivo, o ideal é que o exercício seja supervisionado por um profissional, que irá indicar o tipo e a intensidade do treino adequados de acordo com o estado de saúde e objetivos de cada um. Se você, ainda assim, for resistente a academias e preferir o conforto da sua casa para se exercitar, o personal trainer é uma ótima opção. 
 
2. Escolher roupas e sapatos adequados
 
Escolha roupas leves e confortáveis para se exercitar, que permitam a livre movimentação dos membros e articulações e a evaporação do suor, importante para manter uma temperatura corporal adequada.
 
O calçado deve ser escolhido de acordo com a atividade praticada. Independentemente disso, deve ser leve e com amortecedores. 
 
3. Aquecer e desaquecer
 
Fazer um aquecimento antes de iniciar o treino é importante para preparar os músculos para uma atividade mais intensa, evitando lesões e aumentando o rendimento do treino. O aquecimento deve durar entre 5 e 10 minutos. 
 
O alongamento também é fundamental para diminuir as cãibras e a dor após o exercício. Alongue todo o corpo, especialmente braços, pernas, ombros e pescoço.
 
4. Intensidade, tempo e frequência dos treinos
 
É importante que nos primeiros dias a atividade seja de intensidade leve. Depois você pode ir aumentando gradualmente, de acordo com o ganho de resistência. Além disso, inicialmente os treinos devem durar cerca de 20 a 30 minutos, ser praticados três vezes por semana e em dias alternados, para que o músculo tenha tempo de se recuperar. 
 
5. Postura
 
Estar atento à postura ajuda a evitar lesões principalmente nos tornozelos e joelhos. Também é importante manter a coluna reta. Na corrida e na caminhada, dê a passada tocando o solo com o calcanhar e fazendo a movimentação do pé em direção ao dedos, enquanto as costas devem estar eretas, mas levemente inclinadas para a frente.
 
6. Estar atento à dor
 
Estar atento à dor é importante para evitar lesões graves. Se você sentir qualquer desconforto, diminua o ritmo dos exercícios e observe se a dor passa. Caso não tenha alívio, suspenda a atividade e procure o médico para avaliar se houve alguma lesão. Além disso, tenha atenção ao ritmo cardíaco e respiratório, e em casos de falta de fôlego ou palpitações cardíacas muito fortes, o recomendado é parar a atividade. Alguns aplicativos para celular têm a tecnologia de avaliar os batimentos cardíacos e dar dicas para manter o treino regular. São boas alternativas para auxiliar uma boa prática de exercícios.
© Dream Fitness 2016 - Todos os direitos reservados.
Rua São João, 255 - Santa Fé - Sapiranga / RS - Telefone: 51 3529.6490
Desenvolvido por Index One.